Dificuldades com policiais na Argentina

Relatório de Incidentes – Argentina

outubro/2019 – “ Policiais argentinos inventando argumentos, regras, leis e etc.… para conseguir vantagens financeiras dos viajantes de motorhome, camper e similares.

Essa reclamação é uma constante nos grupos de discussão e nas redes sociais.
Meter a mão no bolso do turista parece ser uma prática bem lucrativa e impune no país dos “hermanos”.
Por mais que se reclame, a impunidade continua e a agressividade passou a ser mais um componente nesses momentos constrangedores a que somos expostos quando vamos fazer turismo, gastar, visitar a Argentina.

mercosul-3Como membros do Mercosul, os países deveriam respeitar as leis de emplacamento original dos veículos quando transitando entre fronteiras, mas isso não acontece.
Um turista deveria ser estimulado a circular pelo país visitado, deixando divisas e levando boas recordações. Ocorre o inverso.

Os viajantes começam a trocar informações entre si e a obter dicas das mais variadas fontes, virando uma completa colcha de retalhos, tentando escapar ou atender a tudo que um policial mal intencionado possa imaginar.

Para ajudar o turista, a Secretaria de Relações Exteriores do Ministério de Relações Exteriores e Comércio Internacional da Argentina, produziu um formulário destinado a registrar esses contatos de turistas com os policiais rodoviários argentinos. Aparentemente tem tido um bom resultado, já que o policial prefere abandonar a investida quando percebe que seu nome e todos os dados relacionados com a ocorrência serão enviados para a Secretaria.

Já que a frequência desses achaques tem sido grande, sugerimos imprimir algumas cópias e levar consigo. Vale também ler as orientações do pessoal do blog Viajando de Carro com relação aos itens e documentos que são obrigatórios em cada país do Mercosul.
Como é uma ação datada de 2005, ainda mais na data de 1º de abril, estamos buscando confirmação direto com a Secretaria responsável, cujo endereço que aparece está correto. De qualquer forma, o objetivo de inibir o mau policial pode funcionar.


Relatorio-de-incidentes-Argentina - ciadde ENtre Rios

Como é uma iniciativa de 2005, ainda mais na data de 1º de abril, estamos buscando confirmação direto com a Secretaria responsável (o endereço que aparece no formulário está correto). De qualquer forma, o objetivo de inibir o mau policial pode funcionar.


Outra contribuição nessa linha de entendimento veio do Consulado Geral da República Argentina em Porto Alegre, que copiamos a seguir:

Lista-Consulado-Geral-Argentino-em-RS

Deixe um comentário