Bexiga – Lesões por colisões leves

Bexiga – Lesões por colisões leves

bexiga

A dica é: Vá ao banheiro antes de entrar no carro!

Não só você. Incentive a todos que viajam juntos a você, a esvaziar suas bexigas antes de enfrentar algumas centenas de quilômetros de estrada.

Aproveite para esvaziar sua bexiga, sempre que possível. Vai aliviar sua região pélvica, descomprimir as paredes do órgão, além de fazer você andar um pouco.

Você sabia que a maioria dos acidentes leves, com colisões frontais ou laterais apresentam como efeito imediato o rompimento da bexiga? Claro, sempre estamos protelando a hora de parar para ir ao banheiro, não é mesmo? Veja o que diz o Urologista Dr. Celso Gromatsky do Hospital Sírio Libanês.

Algumas vezes, uma informação sobre saúde ouvida uma única vez pode ser relembrada por toda a vida, gerando um comportamento preventivo . Esse foi o impacto de uma palestra, proferida por um cirurgião de um pronto socorro cujo tema era a ruptura de bexiga por acidentes automobilísticos. Após a palestra, os banheiros estavam repletos e os comentários sobre ir ao toalete antes de entrar em um veículo eram enfáticos, demonstrando que o recado fora ouvido.

Através de dados estatísticos e imagens precisas, o especialista demonstrou como, num acidente que pode ser até banal, estando a bexiga cheia, há risco dela literalmente ‘estourar’. Fatos assim, bem demonstrados, são suficientes para, uma vez conhecidos, jamais serem esquecidos. Ao informar a plateia atenta sobre a frequência de atendimentos de urgência para sutura de bexiga derivadas de acidentes de carro, perceberam-se rumores e olhares de temor no público em geral.

A causa mais comum das lesões da bexiga é a contusão (golpe externo), a qual ocorre,manequinho sobretudo, devido a acidentes automobilísticos, podendo também decorrer de quedas ou lesões esportivas. A maioria das rupturas da bexiga ocorre pelo trauma externo e tem, como causa principal, a bexiga cheia durante o acidente.

A bexiga cheia de urina absorve o impacto do golpe externo e, não tendo resistência suficiente, explode como um balão de ar. Através da fenda que se abre, a urina e o sangue invadem a cavidade peritoneal, onde se encontram os intestinos, podendo provocar uma peritonite química e infecciosa com enorme dor.

Os principais sintomas são a presença de sangue na urina e a dificuldade de micção. O diagnóstico precoce é importantíssimo, requerendo procedimentos radiográficos para delimitar as lesões e avaliar os escapes de urina. Portanto, bexiga cheia e acidentes automobilísticos podem ter sérias consequências, causando desde internações e, até mesmo, morte. As lacerações menores requerem internação, pois será necessário tratamento com sondas
uretrais para drenar a urina, o que dura entre 7 a 10 dias. Nesse tempo, o tecido da bexiga pode cicatrizar sem intervenção. As lesões maiores com consequente descontrole de sangramento ou o extravasamento de grandes volumes de urina para os tecidos vizinhos podem exigir uma reparação cirúrgica.

apertadosA sutura de bexiga não é um procedimento trivial. Requer um trabalho delicado em um tecido difícil. Complicações podem ocorrer como inflamação da área suturada e até infecções hospitalares, não muito raras em grande parte dos hospitais. Entre os riscos de uma lesão grave está uma pressão arterial perigosamente baixa, que pode acarretar choque e morte.

Assim, é sempre bom passar no banheiro e ESVAZIAR A BEXIGA antes de entrar/ montar em qualquer veículo (automóvel, motocicleta, ônibus, trem, avião, animais, etc.), VÁLIDO PARA ADULTOS E CRIANÇAS, pois se estiver vazia, o risco de rompimento diminui drasticamente.

4 Comments

  1. Carlos, Gleidys e Fredy agosto 2, 2016
  2. Ronald junho 20, 2020
    • carlos junho 21, 2020

Deixe um comentário