Arraial do Cabo, destaque para o Pontal do Atalaia

Arraial do Cabo, RJ e suas águas caribenhas

outubro/2019 – Desta vez fizemos um sobrevoo pelas prainhas do Pontal do Atalaia, pela praia do Farol e pela praia do Forno. Tá de dar água na boca.

E onde ficar em Arraial do Cabo, para poder curtir essas lindas praias a custos bem em conta? Camping Amendoeiras, esse aí do vídeo abaixo.


julho/2019 – Olha nós aqui em Arraial do Cabo novamente. Aproveitamos a presença de nosso drone e fizemos algumas imagens aéreas de praias como as do Pontal, Prainha, Farol e Prainhas do Pontal do Atalaia. Tudo muito lindo. Fica nosso convite para uma olhada.


arraial-do-cabo-praia-bravajulho/2018Também chamado de Paraíso do Atlântico e Capital do Mergulho. Quantas vezes formos (2002, 2004, 2005, 2014, 2017), ainda assim acharemos beleza nas mesmas praias, costões, grutas e ilhas.
Fica a 140 km do Rio de Janeiro, entre Búzios e Cabo Frio (N) e Saquarema, Araruama e São Pedro D´Aldeia (O).
Nossas praias favoritas são a do Farol, do Forno e Prainhas. Se vai pescar ou passar muito tempo no mar sem estar habituado, previna-se tomando um remédio para enjoo. Assim você não vai estragar o seu passeio e daqueles que estão ao seu lado. O mar é calmo, mas algumas transições balançam bem. A cidade conta com uma estrutura de pousadas e hotéis razoável. A internet está aí para ajudar na sua escolha. Lá já ficamos na Pousada do Capitão, na Terra do Sol, no Albergue da Marina dos Anjos. Veja mais… […]

Em Arraial nós visitamos 3 campings, a saber:

  • CCB (Camping Clube do Brasil). É o RJ-05, próximo da Praia dos Anjos, de vocação exclusiva para barracas. Não tem condições de receber trailers ou motorcasas.
  • Camping Curió do Bico Doce, na Praia do Pontal, também com vocação para barracas e,
  • Trailer e Camping Amendoeiras, também na Praia do Pontal. Este tem estrutura suficiente para receber qualquer porte de equipamento (MH ou trailer), além de muito espaço para barracas.

Como é de se esperar, a cidade fica um caos na alta temporada. A população do lugar triplica, deixando suas ruas estreitas intransitáveis, os restaurantes lotados, o tratamento de esgoto incapaz de dar conta do volume, a coleta de lixo ineficaz e toda sorte de desvios de regra ocorrendo por falta de fiscalização. Mas como dizem, a cidade precisa desse fluxo para sobreviver nos meses de baixa.
Como tumulto não é nossa praia, sempre buscamos os períodos mais tranquilos, fora da alta temporada ou dos feriadões.

Procurando onde ficar em Arraial do Cabo? Aproveite a caixa de pesquisa do Booking abaixo e encontre o que procura.

Booking.com

fredy-em-arraial-do-cabo-1fredy-em-arraial-do-cabo-2

Mas vamos ao que nos trouxe aqui (conferir as águas caribenhas de Arraial). Os passeios de barco saem da Praia dos Anjos, junto da Marina dos Pescadores. Todo tipo de barco e tamanho. Os preços também são variados. Pesquise e pechinche, se for o caso. Arraial conta também com boas operadoras de mergulho. Se optar por contratar um barco menor, fugindo das escunas superlotadas, confira bem a programação do passeio e exija seu cumprimento. Essa turma tem por hábito, alterar o roteiro alegando dificuldades recebidas por rádio. Se os outros barcos vão, o seu também pode ir. A vantagem está na tranquilidade de fugir dos animadores que parecem ter chegado direto da Bahia, com todos os discos de axé na mochila e dancinhas no pé.
O roteiro básico deve incluir uma parada no bar flutuante (onde vc pode apreciar ostras criadas no local e mergulhar entre pequenos peixes – está com a licença cassada pelo IBAMA, aguardando decisão de recurso), ilha do Farol (propriedade da Marinha, com parada para mergulho), Gruta Azul (somente barcos pequenos podem entrar na gruta) e Praia do Forno (parada para mergulho e descanso na praia), durando em média 3h30min.

bar-flutuante-arraila-do-cabo
arraial-do-cabo-mergulhando

arraial-do-cabo-fenda-nossa-senhoraarraial-do-cabo-gruta-azul
Dentro da Gruta AzulDentro da Gruta em 2002Dentro da Gruta em 2005

A ilha do Farol, controlada pela marinha brasileira, está com sua visitação restrita à estreita faixa de areia na praia. O antigo acesso ao famoso cajueiro foi proibido como forma de proteger a árvore, muito castigada pelo grande volume de turistas que subiam em seus galhos. Além disso, a marinha está limitando o número de embarcações que podem, simultaneamente, atracar junto à praia, formando longas filas em certas faixas do dia. Os barcos que saem mais cedo aproveitam melhor o lugar.

arraial-do-cabo-ilha-do-farol

A praia do Forno é sempre cheia, já que conta com acesso por terra. Estava com suas águas mornas e incrivelmente claras, pintando o mar com todas as possibilidades de azul disponíveis.

arraial-do-cabo-praia-do-forno

arraial-do-cabo-em-familia-1arraial-do-cabo-em-familia-2

Na Praia do Forno, você pode brincar com as gaivotas, oferecendo petiscos naturais, como camarões frescos e iscas de peixe. Evite alimentá-las com biscoitos ou produtos industrializados. Queremos mantê-las saudáveis. As oportunidades de boas fotos e filmes são grandes.

Final do dia foi regado a pizzas no centrinho de Praia Seca, longe do turbilhão de turistas de Arraial.

praia-seca-restaurante-ancora-1praia-seca-restaurante-ancora-2

A nossa amiga e blogueira Josiane Bravo, do blog Uma Turista nas Nuvens, tem muitas outras dicas imperdíveis de Arraial do Cabo. Vá lá e confira.

Deixe um comentário