Cachoeira Casca D´Anta e Cachoeira do Fecho – MG

abril/2015 - Terminando nossas investidas na região do triângulo Capitólio-MG, São Roque de Minas, Vargem Bonita e São João Batista do Glória, fomos conhecer as Cachoeiras do Fecho, bem próxima ao nossa acampamento e a espetacular Cachoeira Casca d´Anta, a primeira grande queda do Rio São Francisco, que tem sua nascente na parte alta do Parque Nacional da Serra da Canastra.

 Cachoeira do Fecho1

A linda cachoeira do Fecho (foto acima), dista alguns kms em estrada de terra (boas condições), do camping e pousada do Rio Turvo. Vale a visita pela força e beleza da queda. Seguindo pela estrada de acesso ao camping, passados exatos 6 kms, você vai ver a ruína da Escola Municipal João Marciano de Andrade (foto abaixo), à sua direita. Querendo andar, pode deixar seu carro ou então, rodar mais 300 metros até uma última clareira antes do início da trilha. A trilha leve, segue costeando o ribeirão por mais 400 metros, até chegar ao grande poço da cachoeira. O passeio não conta com qualquer estrutura de apoio, portanto, leve sua água.

Escola Municipal Cachoeira do Fecho2

separador

Apontamos nossa proa para Vargem Bonita, em direção à Portaria 4 do Parque Nacional da Serra da Canastra, parte baixa, distante 32 km da cidade de São Roque. Objetivo: conhecer a Cachoeira Casca d´Anta, a primeira grande queda do Rio São Francisco, que tem sua nascente na Parte Alta do parque. A nascente estava com o acesso interditado por conta das fortes chuvas que fecharam a estrada. Grande parte do trecho é feito por terra em condições razoáveis.
Após a portaria, existe uma trilha leve, de 800 metros dentro da mata, seguindo o rio acima pela margem esquerda. Nesta trilha, que leva ao poço da grande queda (186 metros), são formadas várias pequenas piscinas naturais. O parque conta com quiosques e banheiros para receber os turistas.

A grande queda que despeja suas águas do alto da serra pode ser vista a quilômetros de distância. Considere levar uma máquina fotográfica com proteção para água. O spray junto à queda é muito intenso.

Casca Danta 1

Casca Danta 2

Casca Danta 3 Casca Danta 4

Casca Danta 6

banho no velho xico

O nome Casca d´Anta vem da árvore de mesmo nome, que, por sua vez, foi assim batizada, porque tem propriedades medicinais cicatrizantes. Segundo os pesquisadores, a anta se esfrega no tronco da árvore para curar ferimentos superficiais. O desnível total da queda é de 350 m, numa sequência de 5 saltos, sendo o último o mais bonito, com 186 metros de muito volume e intensidade.
Banhar-se no Velho Xico, junto a sua nascente, energizada pela potência de sua primeira queda, não tem preço. Que frio que nada. rssss
Há muito mais que se ver na região. Muitas e não menos belas cachoeiras estão espalhadas pela Serra da Canastra, exigindo do turista mais tempo para explorá-las. Dentre elas a Cachoeira do Fundão (53km de São Roque), Cachoeira do Rolinho (37km da cidade) e mais 14 outras….
No filme a seguir, os melhores momentos deste lindo dia. Amanhã estaremos virando a proa para a cidade de Delfinópolis-MG, onde vamos estabelecer novo acampamento, para explorar a parte mais oeste do Parque Nacional da Serra da Canastra.

Encerramos nossa presença em Capitólio, comendo uma galinha caipira com angu recheado com queijo canastra, preparada em nossa modesta, mas mágica cozinha. A sobremesa foi uma compota caseira de frutas e mais queijo canastra. Em breve esta receita vai estar publicada no Cozinha Prática nas Estradas.

prato galinha caipira

Para continuar a sequência desta viagem, volte ao menu anterior.

Viagens Nacionais

Até breve.    Siga-nos nas redes sociais assinatura

           Siga-nos no Twitter Veja nosso canal no YouTube Curta nossa página no Facebook Siga-nos no Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário