Mostrando postagens com marcador trailer. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador trailer. Mostrar todas as postagens

Caravanismo pela visão do Artista e do Designer

coisa-de-malucojunho/2017 – que, “da cabeça de juiz tudo se pode esperar”, isso já sabíamos. Do Trump, nem se fala!!
Mas é também da cabeça do artista e do designer que saem projetos surreais, conhecidos como “os protótipos que nunca vão entrar em produção”.mini-countryman
São várias razões, sendo a principal, o custo.
A agência publicitária Anomaly resolveu contratar o artista argentino Fabian Mazzola para conceber uma mini caravana, destinada a fazer par com o modelo 2017 do adorado Mini Countryman aí ao lado. Veja no que deu esse projeto!! >>>

O mito do conjunto carro+reboque

Rebocar um trailer, considerando todas as variáveis matemáticas, de potência, de peso, aerodinâmicas, … pode assustar um possível candidato ao campismo ou caravanismo.

Quando decidimos (final de 2012) adquirir um trailer para rodar por aí, ouvimos muitas advertências e alertas das mais variadas formas e intensidades. Uma das mais frequentes tinha relação com o carro que faria o papel de trator do conjunto.

Os ditos experientes e entendidos nos orientavam a não ingressar nesta aventura sem um carro a Diesel, com no mínimo 2.8 litros, se quiséssemos puxar um trailer de 1 tonelada sem problemas. Essa limitação não parece verdadeira, se olharmos um pouco para o passado recente…

Brasilia  Brasilia3

Brasilia2 Fusca

Acreditamos que a questão não está na obtenção do conjunto (carro+trailer) considerado ÓTIMO, mas sim na interpretação correta das limitações de seu conjunto e o respeito a elas. Mesmo as combinações ditas como ÓTIMAS, também possuem suas limitações.

Quando a legislação criou dificuldades para que um motorista categoria B rebocasse seu trailer (exigindo categoria D), desapareceram das estradas estes aventureiros do caravanismo. Muitos veículos foram encostados em campings ou garagens. As fábricas também desapareceram. Percebe-se aí a grande falta de sensibilidade do governo para com os empresários e consumidores.

Finalmente, desde julho de 2011, a exigência caiu e a CNH B voltou a ser suficiente para rebocar trailers até 3000kg e dirigir motorhomes de até 6000kg. As estradas começam a ser, novamente, povoadas por conjuntos dos mais variados.

Celta Fiat

Weekend Picasso

kombi-rebocando-trailer

Nota-se que estes novos conjuntos atendem as expectativas de seus usuários, sem as exigências de grande performance, dos ditos carros pesados e ultra-potentes.

O espírito do caravanismo é o de viver a vida em liberdade, conhecer seu país, suas estradas, estar em contato com a natureza e, acima de tudo, se divertir. Propositalmente excluí as fotos de grandes e poderosos conjuntos (carro+reboque).

Mas qual a equação por detrás?

  1. Trailer com somente 1 eixo, procure ficar dentro da seguinte relação:
                              peso rebocado <= peso rebocador
  2. Trailer com 2 eixos, suportando seu próprio peso, essa relação pode ser invertida sem maiores problemas.

É claro que questões como: engate homologado para o peso a ser rebocado, equilíbrio dos equipamentos dentro do trailer para evitar sobrepeso na bola do engate (máx. de 100 quilos), freio inercial ou elétrico em perfeito funcionamento, cabo de emergência e corrente de segurança, precisam sempre estar considerados e bem resolvidos.


O que considerar no conjunto lança, munheca e engate? Ao comprar um trailer antigo, procure observar o estado da lança e todos os seus componentes.

croqui-bequilha-de-lanca1 - Alavanca de freio manual, para usar enquanto o trailer esteja estacionado. É nessa alavanca que também é fixado o cabo de emergência. Este cabo é conectado ao engate do carro. Sua função é acionar o freio de mão do trailer na eventualidade de um desengate acidental.
2,4,5 e 7 – Conjunto da bequilha. Seu movimento vertical deve estar livre e funcional para permitir o nivelamento do trailer quando estacionado e, seu total recolhimento para viagem, através da rotação da manivela. Não deve haver esforço demasiado nesta função.
3 – Munheca – observe se a alça de liberação está funcional e se não há qualquer rachadura aparente.  A presença do pino de segurança impede a abertura acidental da alça.

Munheca-com-freio-inercialFreio inercial – recurso de segurança indispensável e exigido por lei. É o freio inercial que cuida de parar o trailer, assim que o veículo tracionador inicia a frenagem. Ao ser empurrado em direção ao engate, o freio entra em ação, economizando os freios do carro e evitando que o trailer o empurre. Existem modelos elétricos que cumprem a mesma função, mas tem o custo mais salgado.

engate-removivel-2Engate – dê preferência, se puder, ao engate removível. Uma lei (suspensa), prevê o uso exclusivo de engates removíveis, como forma de evitar danos aos demais veículos durante as tarefas de estacionamento nas cidades. De fato, muita gente instala engates em seus carros para evitar que outros veículos encostem nos seus. Mas o que acaba acontecendo é o contrário.
O engate precisa estar homologado para o peso que vai tracionar e, por sua vez, seu veículo também precisa ter condições de suportar o peso vertical e horizontal da função de rebocar. Aconselha-se a não superar os 100 quilos de peso vertical sobre a bola do engate.
Escolha instaladores de confiança e que estejam homologados pelo Inmetro. Contudo, isso não é sinônimo de segurança. Eu mesmo, já passei por sérios problemas ao instalar um engate especial para 1500 quilos no meu TR-4, no melhor dos melhores. Procure saber “porque”, lendo o link acima, e verifique a sua instalação com mais entendimento na questão dos balanços.

Corrente e cabo de segurança – a corrente é obrigatória. Use uma de boa bitola (não há porque economizar nesse item) e ao instalar, não a deixe com muita barriga (arrastando no chão) porque não vai ser útil no caso de um desengate acidental, nem muito tensionada de forma a dificultar as manobras necessárias para estacionar o trailer em vagas com ângulos fechados. O cabo de segurança tem a função de acionar a alavanca do freio manual do trailer, quando ele se separar do engate acidentalmente. Muito interessante, já que as rodas do trailer vão estar travadas, evitando que ele saia desgovernado indefinidamente.

IMG_20170716_141216098IMG_20170813_093932493

A cultura de nossos policiais rodoviários com relação a estes equipamentos ainda é pouca, de forma que não notariam na foto da esquerda acima, a falta da alavanca de freio manual. Nas duas fotos, não há cabos de emergência. Procure ter seu equipamento em ordem. Afinal é seu patrimônio e sua vida que estão na estrada.


Pêndulo, causas e efeitos. Sugiro a leitura deste artigo antes de pegar a estrada rebocando. A intenção não é lhe assustar, mas passar os limites operacionais que vão lhe manter em segurança.


Alinhamento do conjunto – É comum ver conjuntos rodando desalinhados. Isso leva a inúmeros outros problemas. As fábricas se preocupam em equilibrar todo o recheio de móveis e equipamentos, para permitir uma condução suave. Entretanto, na hora de instalar o engate, essa preocupação parece não ser levada a sério. Vejamos os exemplos abaixo:

conjunto-trailer-carro-engate-alto

Muito comum de ver. O principal efeito é a batida da traseira do trailer em quebra-molas e saídas de rampa.

conjunto-trailer-carro-engate-baixo

Também bem comum. Neste caso a rodinha da bequilha vai sofrer nos quebra-molas e, a cada pancada, a tendência de soltar a munheca do engate é grande. Além disso, o peso sobre o engate abaixa a traseira do carro e levanta a dianteira. Para veículos com tração dianteira, reduz o atrito e a capacidade de rebocar. Para carros com câmbio automático e tração dianteira, a pouca aderência das rodas no asfalto induz o sistema a erros de interpretação na potência adequada, aumentando o consumo e o desgaste.

conjunto-trailer-carro-engate-alinhado

A situação acima é a ideal. A altura do engate e o peso da lança sobre o engate (máximo 100 quilos) são os adequados para manter a munheca altura-da-munhecaengatada, sem comprometer a suspensão do carro. Os ângulos de entrada e saída do trailer são os previstos no projeto original. Para se chegar a este resultado, deve-se levar o trailer e o carro ao instalador para o devido equilíbrio.
Se isso não for possível, coloque seu trailer em piso plano, levante as sapatas e usando um nível, obtenha o alinhamento correto. Faça a medição até a base da munheca (X) e informe ao instalador. Se houver algum erro, será de milímetros.

Dica – Ao preparar seu trailer para viagem, acondicione malas e tudo que puder na traseira, aliviando o peso sobre a lança e o engate.


Seja você mais um e venha nos ajudar a repovoar as estradas e campings.

food-truck-e-livina-1.8-2009

O conjunto ao lado é do amigo Anderson Romão. Food Truck + Livina 1.8 2009 Automática. Ele reclama que a bequilha está pesando muito na bola do engate. Provavelmente a distribuição do peso dentro do Food Truck está desbalanceada, fazendo com que a frente do carro fique muito leve. Para um veículo de tração dianteira, reduz o atrito das rodas no piso, aumentando o consumo e confundindo o câmbio automático. Está em fase de trocar o carro por um mais potente e de tração traseira. Esses Food Trucks deveriam usar rodado duplo, para carregar seu próprio peso vertical. Mas os custos não ajudam, além de reduzir espaço no piso do equipamento. Boa sorte ao amigo Anderson

A seguir fotos enviadas pelos nossos leitores caravanistas.

andre-paixao-cortes-kc-330KC-270-e-corsa
KC-330-e-DusterLevados-pelo-vento
opala-e-camping-starConjunto do Victor e da Jackeline. S-10 + Tangará 330
Nosso KC-380 + Pajero TR-4
Mande a foto de seu conjunto para publicar aqui. (nasestradasdoplaneta@gmail.com)

Até breve.    Siga-nos nas redes sociais

         Siga-nos no Twitter Veja nosso canal no YouTube Curta nossa página no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Google+


RECOMENDAMOS PARA VOCÊ A LEITURA ABAIXO

Trailer ou Motorhome?
Trailer – Pêndulo, causa e efeito
Camper – Um Motor Home com jeito de trailer

Aproveite que está aqui, cadastre abaixo seu e-mail em nosso Feed de notícias e receba gratuitamente, todas as atualizações deste blog.