Mostrando postagens com marcador Lugares. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Lugares. Mostrar todas as postagens

Porto de Galinhas, paraíso tropical de Recife

porto-de-galinhas-re

relembrando outubro/2009 – essa foi mais uma das viagens bate-e-volta feitas com a promoção passaporte azul da Azul Linhas Aéreas (preços bem em conta para períodos pequenos e decisões de última hora). Rio-Recife-Rio, 24 e 25/10.
Chegando a Recife já no final da manhã, alugamos um carro basicão 1.0 na Unidas (R$ 59,00 com km livre) e partimos para os 60 km que nos separavam de Porto de Galinhas.
Pouco antes de chegar, entramos para Muro Alto, e conhecemos a praia de mesmo nome. Pode-se dizer que é daquelas praias com piscina natural, protegida por arrecifes, água morna, com uma mesinha para você comer um bom peixe e tomar uns drinks. Veja mais… […]

Maceió, vamos fugir para lá?

Maceio-Alagoas-Brasil

relembrando junho de 2009 – aproveitando as vantagens do passaporte Azul (Azul linhas aéreas), planejamos uma fuga de 4 dias para conhecer a linda e hospitaleira Maceió.
Ficamos hospedados na Pousada Paraíso, dentro da marina de mesmo nome, em Barra de São Miguel. Podemos dizer que o custo benefício foi bom. Bem localizada, junto a Lagoa do Roteiro, com ar, frigobar, cozinha bem equipada e cama bem confortável. Escolhemos ficar longe da confusão de Maceió, em busca de tranquilidade.  Eis que!!?? os parentes do dono da marina, resolvem fazer uma festa junina particular, embaixo de nossa janela. Uma noite sem dormir. Este foi o custo, o resto foi só benefício. Veja mais… […]

As 11 melhores cachoeiras do Brasil

abril/2016 – Este é um país rico em recursos hídricos. São muitas as opções, algumas imponentes, outras vigorosas e abundantes e algumas pequenas quedas encravadas em ambientes únicos de natureza e flora.
Cada um de nós tem sua cachoeira preferida. Já as pesquisas mais recentes, compiladas através das avaliações dos próprios turistas, apontam para as 11 a seguir. Veja mais… […]

Visconde de Mauá, Maringá e Maromba no Rio de Janeiro

visconde-de-maua-em-2-rodas

relembrando 2003 e 2009 – nossa paixão pela região de Visconde de Mauá, Maromba e Maringá é antiga. Chegamos mesmo a manter um chalé alugado pelo ano inteiro em Maringá.
Seja no inverno ou no verão, o charme do lugar é o maior atrativo. A natureza, representada pelas muitas e lindas cachoeiras, é a razão principal da grande procura pelos turistas do Rio de Janeiro, Minas e São Paulo. Veja mais… […]

Fortaleza, Jericoacoara, Cumbuco, Tatajuba e Mundaú

Pedra-furada-jericoacoara-sm

relembrando 2006 e 2009 – Em 2006 fomos a Jericoacoara, Lagoa Azul, Lagoa Paraíso e Morro Branco.
Ficamos no Jeri Hostel – Pousada Tirol, em quarto individual, com bastante conforto, limpeza, ótimo café da manhã e desconto para alberguista.
Em 2009 fizemos um bate e volta pela Azul, na campanha do passaporte Azul, com destaque para Cumbuco e Mundaú.
Viajar para o nordeste é sempre certeza de sucesso, lugares especiais, muito sol, mar e prazer. Veja mais… […]

Cachoeiras das Sete Quedas e Ponte Funda em Araras, Petrópolis

cachoeira-das-7-quedas-araras-petropolis--

janeiro/2017 – fomos atrás de duas cachoeiras que são praticamente desconhecidas por quem mora na cidade de Petrópolis.
Ficam quase que exclusivas para os moradores da região de Araras e do Vale das Videiras. Vale a visita, tanto pela beleza das quedas como pelo percurso de 16 kms pela Estrada Bernardo Coutinho, que você pega à partir da rodovia BR-040, sentido Rio de Janeiro. Segue sinuosa por todo o vale, cortando o centrinho de Araras até se encontrar com o centrinho do Vale das Videiras. Coordenadas no fim do artigo.
Veja mais detalhes e fotos destas duas preciosidades a seguir… […]

Boipeba na Bahia, encantadora e hospitaleira

boipeba-por-do-sol-praia-da-boca-barra

Relembrando março/2008 – A ilha de Boipeba fica ao sulpositivo de Salvador, num cantinho do planeta onde não há carros nem bancos, mas o comércio já aceita cartões, felizmente.
A foto à esquerda retrata o tão aguardado por do sol na praia da Boca da Barra. Boipeba é um vilarejo de pescadores tranquilo, tipo pé na areia, descompromissado com qualquer estilo, regra ou moda.
O nome Boipeba, em tupi “mboi pewa” reverencia a tartaruga marinha. Índios, Jesuítas, Holandeses e Espanhóis fazem parte de sua rica história, que caminha junto com o descobrimento. Veja mais… […]

Arraial do Cabo, RJ e suas águas caribenhas

arraial-do-cabo-praia-brava

janeiro/2017 - Também chamado de Paraíso do Atlântico e Capital do Mergulho. Quantas vezes formos (2002, 2004, 2005, 2014), ainda assim acharemos beleza nas mesmas praias, costões, grutas e ilhas.
Fica a 140 km do Rio de Janeiro, entre Búzios e Cabo Frio (N) e Saquarema, Araruama e São Pedro D´Aldeia (O).
Nossas praias favoritas são a do Farol, do Forno e Prainhas. Se vai pescar ou passar muito tempo no mar sem estar habituado, previna-se tomando um remédio para enjoo. Assim você não vai estragar o seu passeio e daqueles que estão ao seu lado. O mar é calmo, mas algumas transições balançam bem. A cidade conta com uma estrutura de pousadas e hotéis razoável. A internet está aí para ajudar na sua escolha. Lá já ficamos na Pousada do Capitão, na Terra do Sol, no Albergue da Marina dos Anjos. Veja mais… […]

Caraíva, onde o rio encontra com o mar - Porto Seguro, Bahia

caraiva-rio-e-mar-1

Relembrando fevereiro/2010 – voltar a Bahia é sempre um imenso prazer. Desta vez apontamos nossa proa para Caraíva. Uma localidade plantada no encontro do Rio Caraíva com o mar ao sul de Porto Seguro, onde tudo gira em torno do movimento das marés, do sol e do vento.
Quando chegamos a Arraial da Ajuda, descobrimos que os índios Pataxós haviam bloqueado a estrada, logo na saída da cidade, em repúdio a atividades da polícia civil contra um integrante da tribo, aparentemente envolvido com o tráfico de drogas. Pesquisando com os locais, descobrimos um desvio por terra, passando pela praia do Pitinga, que resolveria nosso problema. Veja mais… […]

Instagram do Nas Estradas do Planeta

Conheça também nosso Instagram. Lá postamos fotos, flagrantes ou instantâneos dentro da dinâmica de nossos deslocamentos. Fica nosso convite.

                                   Até breve.    Siga-nos nas redes sociais

         Siga-nos no Twitter Veja nosso canal no YouTube Curta nossa página no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Google+

 

Sítio do Moinho em Itaipava - produção orgânica de qualidade

logo-sitio-do-moinho-produtos-organicos

outubro/2016 – visitar produções orgânicas certificadas e de qualidade é um programa muito agradável.
Faz muito que somos clientes deste produtor, com o serviço de entregas domiciliares em Petrópolis. Faltava conhecer suas instalações, abertas a visitação mediante agendamento.
E para tornar nossa visita mais atraente e saborosa, contratamos o delicioso café da manhã, que pode ser apreciado em dois níveis de satisfação. O simples (mais que suficiente para nós – R$30,00) e o completo (com certeza você não vai almoçar neste dia – R$50,00). O sítio fica na área rural de Itaipava-Petrópolis e pode ser alcançado sem qualquer dificuldade com seu carro de passeio ou até por ônibus urbano. Veja mais… […]

Urca – o bairro mais desejado do Rio de Janeiro

urca_rio_de_janeiro-230

setembro/2016 – todo carioca sonha em morar na Urca. E há muitos motivos para isso.
É tranquilo, tipicamente residencial, seguro, pacato, ventilado(gabarito de 4 andares e alguns poucos de 6 andares), rico em natureza, praia, mar e atrativos turísticos.
Estabelecemos nossa base na Urca por mais de 5 anos. Lá desenvolvemos nossa paixão pelo montanhismo e a escalada, tendo como nosso quintal os paredões do Pão de Açúcar, Morro da Urca e Babilônia. Conheça a Urca pelos olhos de quem viveu e curtiu o bairro intensamente. Veja mais… […]

Petrópolis – aventura, gastronomia, campismo e história

portal-petropolis-230

setembro/2016 – também conhecida como a Cidade Imperial ou Cidade de Dom Pedro II.
É  nossa queridinha da Serra dos Órgãos no Rio de Janeiro. Se não estamos em viagem ou em Teresópolis, é por aqui que vamos ser encontrados.
Petrópolis preserva sua história e seus monumentos como nenhuma outra cidade que tenhamos conhecido. A atividade turística é intensa. Não sofre a ação da sazonalidade provocada pelo clima. O calendário anual de festas, shows, eventos é rico de opções, agradando a todos os gostos.
A gastronomia, as cervejarias, os parques, o casario colonial, a limpeza e a segurança (1ª do estado e 6ª do Brasil) justificam toda a fama que lhe é devida. Veja mais… […]

Teresópolis - aventura, gastronomia, campismo e história

teresopolis-soberbo-230

setembro/2016 – Teresópolis é nossa cidade base, onde estacionamos a Camper e descansamos entre as viagens, em nosso trailer casa.
Aqui planejamos as próximas investidas, enquanto desfrutamos da tranquilidade e do clima privilegiado da cidade.
Teresópolis é rica em atrativos turísticos naturais e possui uma gastronomia que atende a todos os gostos e bolsos. Venha visitar Teresópolis e aproveite para passar alguns dias conosco, no Camping Clube Quinta da Barra. Veja mais… […]

Glamping – Combinação de Glamour e Campismo

glamping-1

agosto/2016 – a expressão Glamping significa a junção das palavras “glamurous” e “camping”. No glamping você dorme em camas confortáveis, tem acesso a alimentos melhores, ou seja, tem um pouco da sua vida e mordomia da cidade, mas ainda acampando no meio da vida selvagem.
Essa prática vem crescendo no exterior. Por aqui já temos alguns casos de sucesso também.
Na Europa e nos Estados Unidos vem fazendo muito sucesso, aliando o luxo e o requinte de um hotel ao convívio com a natureza. O Glamping proporciona férias diferentes em elegantes e sofisticadas barracas, sem a tradicional “função” do campismo tradicional. Não vamos discutir se a essência do campismo está sendo comprometida. Nem todos podem ou tem condições físicas de promover ou participar de uma acampada, digamos, original. Veja mais… […]

Cachoeira da Macumba – Serra Itaipava x Teresópolis

Cachoeira 1março/2013 - Esta linda cachoeira, também conhecida como Poço 13,  fica na serra de que liga Itaipava a Teresópolis, km 13, mais especificamente nas coordenadas 22º 25´53.0” S , 43º 04´00.1” O (arquivo .KMZ no fim deste post).

O acesso é muito simples. Sair da estrada cuidadosamente (curva acentuada) e estacionar tanto do lado esquerdo como direito (mapa abaixo)

Seguir pela trilha muito bem marcada, até encontrar o primeiro poção (10 minutos, trilha leve). Deste ponto já se pode avistar toda a cachoeira. Seguindo adiante, chega-se logo ao poço principal.

Reserva do Taim e Tapes - RS

reserva-do-taim

fevereiro/2016 – deixamos o Uruguai pelo Chuí, e a primeira beleza que vislumbramos foi a Reserva do Taim. Gratificante percorrer os 15kms de estrada que corta a reserva e encontrar um, somente um animal atropelado, felizmente.

Os esforços para conter a velocidade dos motoristas tem produzido bons resultados, combinados com as demais ações de orientação e controle da fauna local. Mesmo assim, testemunhamos vários caminhoneiros (ditos profissionais), em ultrapassagens proibidas e em alta velocidade. A ausência plena da PRF nos mais de 9000kms de estrada que fizemos de dezembro a fevereiro, contribui em demasia para a impunidade dessa categoria. Veja mais […]

reserva-do-taim-1

reserva-do-taim-2

Nossa passagem pela reserva se deu em horário de sol alto e de muito calor. A profusão de pássaros ainda era grande, mas os animais do banhado estavam reclusos, aguardando horas mais frescas e o vento do final da tarde, que costuma varrer a planície.

reserva-do-taim-3

gaviao-no-taimpassaros-no-taim

A reserva ocupa área de 34 mil hectares. O Taim é um importante berçário de aves migratórias, que viajam milhares de quilômetros, vindas da África ou Antártida. Além das aves, aqui habitam, capivaras, ratões, jacarés, tartarugas, tachás, garças, … Depois deste refrescante encontro com a natureza, seguimos para nosso destino, a cidade de Tapes, RS.

O município de Tapes fica no litoral da Lagoa dos Patos, sua maior riqueza e determinante para o forte turismo do lugar.

Assim que chegamos a Tapes, fomos interceptados pelo jornalista Ederson, do jornal Regional ClickR, interessado em conhecer um pouco de nosso projeto de vida e viagens. Clique aqui para conhecer a íntegra da matéria. Agradecemos muito pela atenção e pelo belo material.

Ficamos acampados no ótimo Cabanas Camping União. Para ver nossa avaliação, clique aqui.

passeio-de-barco-tchutchuca

Na simpática Tapes, além das águas rasas, mornas e tranquilas da Lagoa dos Patos, você pode contratar o passeio de barco Tchutchuca, que navega pela lagoa (Saco de Tapes) com desembarque na margem oposta (Cômoros), ou somente para uma circunavegação.

Colocamos nossas bikes para rodar. Nada melhor que pedalar para você perceber o estilo de vida dos locais.

colonia-dos-pescadores-de-tapes

Por sugestão de nossa amiga caravanista Graça, fomos conhecer a vila dos pescadores e a peixaria do Rubi, para comprar o almoço do dia e os deliciosos bolinhos de peixe.

Cerca de 90 famílias vivem na vila e dependem do resultado da pesca, que ainda é artesanal.

tapes-peixaria-do-rubitabela-peixaria-rubi-tapes

Nossa cozinha prática produziu deliciosos filés de cação enrolados na folha de couve orgânica, compradas de um produtor ao lado do camping.

file-de-cacao-na-folha-de-couve-1file-de-cacao-na-folha-de-couve-2

Outro ponto de interesse em Tapes é o antigo Parque de Eventos, hoje repaginado como Camping Recanto da Lagoa, onde ocorrem os principais eventos culturais da região e a população local descansa durante os fins de semana na orla da Lagoa dos Patos. Fizemos uma longa visita por lá. Veja o post exclusivo, clicando aqui.

igreja-nossa-senhora-do-carmo-tapes

Por fim, não deixe de conhecer a bela Igreja Matriz Nossa Senhora do Carmo no centro de Tapes.

Em 16 de julho ocorrem as festividades alusivas à padroeira do município

No pouco tempo que aqui ficamos, fizemos muitos amigos. Um dos principais efeitos colaterais de quem adora viajar.

Abaixo à esquerda, o casal Daniel, Flávia e filhos, que vieram conhecer a Camper da Duaron. À direita, Verônica e irmã, colegas de campismo moradoras de Porto Alegre, frequentadoras assíduas do lugar.

Abaixo à esquerda, o jornalista Ederson do Jornal Regional ClickR, que gentilmente fez uma matéria sobre nosso projeto e à direita, o casal de encarregados do Camping União, Xico e esposa.

Para conhecer as coordenadas de todos os atrativos que visitamos em Tapes, baixe este arquivo.kmz, e abra no Google Earth.

Até breve.    Siga-nos nas redes sociais

         Siga-nos no Twitter Veja nosso canal no YouTube Curta nossa página no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Google+

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ A LEITURA ABAIXO

Cabanas Camping União em Tapes – RS
Camping Recanto da Lagoa em Tapes – RS
Sul do Brasil e Uruguai – Resumo da Viagem

Aproveite que está aqui, cadastre abaixo seu e-mail em nosso Feed de notícias e receba gratuitamente, todas as atualizações deste blog.

 

Vai viajar? Seguro de Viagem é item de Primeira Necessidade. Leve-o com você. Aproveite e faça uma comparação de preços e coberturas entre as melhores seguradoras do mercado no painel abaixo.

Cachoeira Casca D´Anta e Cachoeira do Fecho – MG

abril/2015 - Terminando nossas investidas na região do triângulo Capitólio-MG, São Roque de Minas, Vargem Bonita e São João Batista do Glória, fomos conhecer as Cachoeiras do Fecho, bem próxima ao nossa acampamento e a espetacular Cachoeira Casca d´Anta, a primeira grande queda do Rio São Francisco, que tem sua nascente na parte alta do Parque Nacional da Serra da Canastra.

 Cachoeira do Fecho1

A linda cachoeira do Fecho (foto acima), dista alguns kms em estrada de terra (boas condições), do camping e pousada do Rio Turvo. Vale a visita pela força e beleza da queda. Seguindo pela estrada de acesso ao camping, passados exatos 6 kms, você vai ver a ruína da Escola Municipal João Marciano de Andrade (foto abaixo), à sua direita. Querendo andar, pode deixar seu carro ou então, rodar mais 300 metros até uma última clareira antes do início da trilha. A trilha leve, segue costeando o ribeirão por mais 400 metros, até chegar ao grande poço da cachoeira. O passeio não conta com qualquer estrutura de apoio, portanto, leve sua água.

Escola Municipal Cachoeira do Fecho2

separador

Apontamos nossa proa para Vargem Bonita, em direção à Portaria 4 do Parque Nacional da Serra da Canastra, parte baixa, distante 32 km da cidade de São Roque. Objetivo: conhecer a Cachoeira Casca d´Anta, a primeira grande queda do Rio São Francisco, que tem sua nascente na Parte Alta do parque. A nascente estava com o acesso interditado por conta das fortes chuvas que fecharam a estrada. Grande parte do trecho é feito por terra em condições razoáveis.
Após a portaria, existe uma trilha leve, de 800 metros dentro da mata, seguindo o rio acima pela margem esquerda. Nesta trilha, que leva ao poço da grande queda (186 metros), são formadas várias pequenas piscinas naturais. O parque conta com quiosques e banheiros para receber os turistas.

A grande queda que despeja suas águas do alto da serra pode ser vista a quilômetros de distância. Considere levar uma máquina fotográfica com proteção para água. O spray junto à queda é muito intenso.

Casca Danta 1

Casca Danta 2

Casca Danta 3 Casca Danta 4

Casca Danta 6

banho no velho xico

O nome Casca d´Anta vem da árvore de mesmo nome, que, por sua vez, foi assim batizada, porque tem propriedades medicinais cicatrizantes. Segundo os pesquisadores, a anta se esfrega no tronco da árvore para curar ferimentos superficiais. O desnível total da queda é de 350 m, numa sequência de 5 saltos, sendo o último o mais bonito, com 186 metros de muito volume e intensidade.
Banhar-se no Velho Xico, junto a sua nascente, energizada pela potência de sua primeira queda, não tem preço. Que frio que nada. rssss
Há muito mais que se ver na região. Muitas e não menos belas cachoeiras estão espalhadas pela Serra da Canastra, exigindo do turista mais tempo para explorá-las. Dentre elas a Cachoeira do Fundão (53km de São Roque), Cachoeira do Rolinho (37km da cidade) e mais 14 outras….
No filme a seguir, os melhores momentos deste lindo dia. Amanhã estaremos virando a proa para a cidade de Delfinópolis-MG, onde vamos estabelecer novo acampamento, para explorar a parte mais oeste do Parque Nacional da Serra da Canastra.

Encerramos nossa presença em Capitólio, comendo uma galinha caipira com angu recheado com queijo canastra, preparada em nossa modesta, mas mágica cozinha. A sobremesa foi uma compota caseira de frutas e mais queijo canastra. Em breve esta receita vai estar publicada no Cozinha Prática nas Estradas.

prato galinha caipira

Para continuar a sequência desta viagem, volte ao menu anterior.

Viagens Nacionais

Até breve.    Siga-nos nas redes sociais assinatura

           Siga-nos no Twitter Veja nosso canal no YouTube Curta nossa página no Facebook Siga-nos no Instagram