Viagem de Fim de Ano - Sul e Uruguai

brasil-uruguay

outubro/2015 - O planejamento de nossa viagem de fim de ano já está na fase do refinamento.

Vamos apontar a proa para o sul. O Natal passaremos em Brotas/SP e o Ano Novo vamos romper em Foz do Iguaçu/PR. Daí em diante, vamos continuar explorando o sul do país, até o Chuí, entrando no Uruguai por Santana do Livramento. […]

Estados Unidos da América por carro

nas-estradas-EUA

outubro/2015 - Para rodar nos Estados Unidos, já temos um circuito muito bem planejado, que contou com a ajuda do Randy Olson, doutorando na Universidade de Michigan.

Ele desenvolveu um algoritmo para analisar todas as possibilidades e traçar uma rota otimizada que passasse pelo principal ponto turístico de cada um dos 48 estados contíguos dos EUA (o que deixa o Alasca e o Havaí de fora). E o resultado é sensacional. […]

Cartilha do Ciclista - uma ação de cidadania há muito esperada

cartilha-ciclista

outubro/2015 – Finalmente, o governo, através do Ministério das Cidades, aplicou recursos para editar a Cartilha do Ciclista, com informações, sinalização e dicas de segurança. Somos, hoje, cerca de 80 milhões de brasileiros que fazem uso das bicicletas.

Nós, em nossas viagens, levamos nossas “bikes”. Consideramos indispensável te-las à mão para conhecer os arredores de nossos destinos. Nós respeitamos os ciclistas e dispensamos todo o cuidado possível para preservar sua segurança. Defendemos a convivência harmônica e pacífica entre veículos, pedestres e ciclistas. Obtenha a sua cartilha e nos ajude a divulgá-la. […]

O crescente conflito entre ciclistas e veículos motorizados tem mostrado ao governo que muito precisa ser feito para trazer paz a todos.

E é com educação que se começa. É através da campanha educativa que se obtém os melhores resultados, quando se expõe a todos os envolvidos os deveres e direitos de cada um.

Nosso trânsito é caótico, com motos desrespeitando o espaço de todos, com carros em excesso lutando por espaço, com ônibus em demasia buscando cumprir a função de transporte público de forma insalubre e ineficiente e dos ciclistas e pedestres que ainda não encontraram seu espaço civilizadamente. Na batalha, todos perdem e alguns, de forma trágica e definitiva. O meio de atenuar o acirramento dos ânimos, é promovendo campanhas. Esperamos que esta Cartilha do Ciclista seja o começo de um projeto maior e constante, para o bem geral.

preferencia

Ela deve ser lida por todos e não somente pelos ciclistas. A cidadania e a civilidade precisam ser vividas e sentidas por todos que dividem o espaço urbano.

distancia-e-sinais

De pouco adianta o ciclista respeitar e atender a todas as regras de sinalização, se os demais ocupantes dos espaços compartilhados não estiverem preparados para interpretá-las.

placas

 

Pedimos aos amigos que sempre nos prestigiam com suas visitas, que usem da força de suas redes de amizade, para divulgar esse primeiro esforço.

Para baixar a cartilha completa no formato PDF, clique no link a seguir.

      Cartilha do Ciclista

Repasse, compartilhe e faça uso dela você também.

Grande abraço e boas pedaladas, seja no lazer, no trabalho ou na competição.

 

Recomendo a leitura de um excelente texto produzido pelo Rafael Sette Câmara, colunista do 360 Meridianos, que discute o tema “Por que tanta gente odeia as ciclovias?”

Até breve.    Siga-nos nas redes sociais assinatura

           Siga-nos no Twitter Veja nosso canal no YouTube Curta nossa página no Facebook Siga-nos no Instagram

Camper - instalando o suporte das Bikes

outubro/2015 - Esta adaptação sempre esteve em nossos planos. Faltava encontrar uma janela entre as viagens e na agenda do nosso serralheiro de confiança.

Levar nossas “magrelas” e aproveitar as trilhas, ciclovias e a tranquilidade das cidades pequenas agora é assunto resolvido. Para dividir com os amigos que possuem equipamento semelhante, aí vão os detalhes do projeto e sua execução. […]

Nossa camper é o modelo “hard top”, com os macacos recolhíveis e dispostos na traseira. Os modelos atuais tem os macacos fixos, mas a lógica e os pontos de fixação são os mesmos, já que o esqueleto (estrutura de “metalon”) é similar.

A presença dos macacos ocupando a única área possível para instalar as bikes parecia complicar o projeto. Pensando melhor, acabou sendo a solução.

Seguindo os mesmos pontos de fixação, definimos, inicialmente, onde seria instalada a peça de maior esforço e como dividir o balanço vertical, já que nossas bikes são bem pesadas.

Uma cantoneira forte foi aparafusada por baixo do ombro da camper, com parafusos e porcas auto-travantes, com o acesso por dentro da caixa da bateria. Mais 2 outros pontos de apoio foram fixados, para instalar o tubo que receberá o garfo dianteiro. Mesma solução para o lado esquerdo, com acesso por dentro do armário do banheiro.

A estrutura parecia forte o suficiente, mas adicionamos ainda um terceiro ponto de apoio, já que a viabilidade e o acesso era ótimo, por baixo da bacia que recebe os macacos.

Com este ponto resolvido, passamos a pensar onde fixar o gancho que prenderia a roda traseira da bike. Sua função não seria de esforço, mas tão somente de guia e manutenção da posição vertical, além de servir de suporte na rotina de carga e descarga da bicicleta. Estudamos o ângulo de curvatura necessário e começamos a curvar o tubo. Soldamos este tubo a uma barrinha e fixamos na guilhotina superior que aprisiona os macacos.

Feitos todos os testes de esforço, as peças foram desmontadas para acabamento e pintura.

O resultado final foi surpreendente pela robustez e elegância do conjunto. A abertura da porta foi preservada, permitindo o acesso rápido ao interior da camper. O toldo traseiro pode ser aberto sem necessitar retirar as bikes, facilitando o pernoite em dias chuvosos.

Consumimos umas 6 horas de trabalho para planejar, testar e executar. Aos amigos que desejamronaldo-serralheria repetir o projeto, 4 horas são mais que suficientes. Já colocamos o conjunto em testes na estrada de terra, com bastante vibração e se portou muito bem. Para contato com o nosso serralheiro Ronaldo, muito conhecido no meio do caravanismo, aí vai o link do blog dele.

Ronaldo Serralheria, Pintura e Lanternagem – Itaipava – RJ

Agora, com as “magrelas”, nossa dinâmica de viagem ficou bem mais ampla, isso sem falar no prazer de pedalar e no bem que vai estar fazendo a nossa saúde.

separador

O casal de amigos Hélcio e Majô nos enviaram uma nova solução para fixar as bikes na Camper. Ficou simplesmente espetacular. Aí vão as fotos já com as bikes instaladas. Trata-se de um braço articulado que deixa as bikes de lado.

Vista1

Vista2

Vista3Vista3a

Observe na foto abaixo, como as bikes ficam coladas na traseira da Camper.

Vista4

Parabéns pelo projeto. Nota 10.

Até breve.    Siga-nos nas redes sociais

         Siga-nos no Twitter Veja nosso canal no YouTube Curta nossa página no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Google+

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ A LEITURA ABAIXO

Camper Duaron – um modelo para cada gosto
Camper – instalando a Camper Duaron na pickup
Camper – melhorias internas e externas

Aproveite que está aqui, cadastre abaixo seu e-mail em nosso Feed de notícias e receba gratuitamente, todas as atualizações deste blog.

 

Vai viajar? Seguro de Viagem é item de Primeira Necessidade. Leve-o com você. Aproveite e faça uma comparação de preços e coberturas entre as melhores seguradoras do mercado no painel abaixo.

WD-40 e suas 40 ou mais aplicações

WD-40 group

outubro/2015 - Todos nós temos uma lata de WD-40 ou de seus similares à mão, na mala do carro ou na caixa de ferramentas. Por tradição, usamos como desengripante, protetor contra ferrugem, repelente de umidade ou desengraxante. Mas ele não é só isso!!!

Ele foi desenvolvido, originalmente, para atuar como um protetor contra ferrugem e desengraxante para peças de mísseis, nos idos de 1953, por técnicos da San Diego Rocket Chemical Company. Ele pode ser muito útil nas coisas mais estranhas. Veja quais: […]

PARNASO - Fim da Taxa de Trilha

parnaso

outubro/2015 - O fim da “Taxa de Trilha” foi anunciado, agora em 02/10 último. Essa taxa tornava a visitação dessa unidade de conservação (PARNASO) extremamente cara.

Atendendo às reivindicações da FEMERJ (Federação de Montanhismo do Estado do Rio de Janeiro), foi promovida a alteração no esquema de cobrança. […]

Primeiros Socorros - Cruz Vermelha lança APP

primeiros-socorros-cruz-vemelha-app

Quantos cursos de Primeiros Socorros você já fez?

setembro/2015 - Somados a Gleidys e eu, já temos 5 cursos. E mesmo assim, quando resolvemos testar nossos conhecimentos, concluímos que perdemos a agilidade na hora de decidir qual procedimento é o mais adequado para cada tipo de emergência. Quando estamos próximos de fazer uma grande viagem, é nossa preocupação rever essa matéria. Afinal, somos uma equipe na estrada, que precisa estar afinada e pronta na hora certa.

E não é que a Cruz Vermelha acaba de lançar um APP de suporte para várias emergências!!! […]

Versão Mobile do Nas Estradas do Planeta no Ar

tablet

setembro/2015 - Mais de 75% dos acessos ao nosso site/blog de viagens são oriundos de dispositivos móveis. Um número muito representativo, que mostra a forma como as informações vem sendo procuradas atualmente. Vimos então, que na versão “mobile” do site, o visitante enfrentava dificuldades para encontrar todo o conteúdo disponibilizado na versão desktop. Como resposta, implementamos a busca organizada, replicando o Menu de Opções na versão móvel do site/blog. Faça-nos uma visita e experimente a novidade a partir de seu celular ou tablet. Veja como: […]

Nas Estradas do Planeta – Mapa do Site e da Rede

nas-estradas-do-planeta-2016-rede

Nossa rede de interações vem crescendo naturalmente, seguindo o ritmo dos quilômetros rodados e das cidades e estados visitados.

Nossas viagens tem sido publicadas em vários segmentos da mídia, com destaque para a WEB. Nossa presença nas redes sociais também vem mostrando muita força, o que nos deixa muito orgulhosos. Nosso blog tem recebido mais de 1K de visitas diárias, demonstrando que estamos no caminho certo, na forma e no conteúdo que, com muito prazer, procuramos divulgar aos amigos leitores. […]