Tiradentes e Serra de São José – Minas Gerais

estacionado

abril/2015 - Em Tiradentes ficamos no agradável camping Tiradentes, com a hospitalidade mineira do casal de proprietários, Sr. Luiz e D. Isabel. Fizemos um post específico sobre o camping, em nossa seção de campings visitados. Para ver, clique aqui. Estacionamos nossa camper e deixamos o gato Fredy usando parte das 18 horas de sono diárias. Veja mais… […]

O mapa abaixo dá uma boa ideia da cidade de Tiradentes, mostrando os atrativos turísticos do lugar.

mapa tiradentes

Para obter este mapa em tamanho grande, clique aqui.

A noite em Tiradentes é típica de uma cidade de interior, fora da alta temporada, quando suas ruas calçadas em pedra, ficam muito tranquilas. Aproveitamos para brindar nossa presença em Tiradentes,tomando um vinho na praça principal.

casario1

casario2 casario3

vinho na praça

As opções de bons restaurantes e petiscarias é grande. Decidimos pelo Restaurante Barroco, bem no canto da praça. Fomos muito bem atendidos. Escolhemos uma calabresa na chapa, fumegante e com bastante cebola e uma sopa de ervilha servida no pão. Tudo impecável.

calabresa na chapa

calabresa sopa de cebola

Procurando onde ficar em Tiradentes? Aproveite a caixa de pesquisa do Booking abaixo e encontre o que procura.

Booking.com

separador

Iniciamos nosso segundo dia indo diretamente para a Cachoeira do Bom Despacho. Uma queda d´água situada nas margens da estrada que liga Tiradentes a Santa Cruz e junto ao marco da Estrada Real. Com muito pouca água, não mostrou sua possível força em tempos de chuva.

Cachoeira Bom Despacho marco

Seguindo dica fornecida por um morador local, fomos a Santa Cruz de Minas (arquivo GPS), ver artesanato e mobiliário muito mais em conta que em Tiradentes. De fato, tudo em Tiradentes vem daí. Sobretaxa de 150% é a média. Portanto, antes de decidir comprar alguma coisa, vá a Sta Cruz antes. Contudo, há artesãos que produzem localmente, praticando preços justos. Encontramos o Edson, criador desta curiosa formiga feita de material reaproveitado.

formiga reciclada

Escolhemos dois trabalhos em madeira e ferro muito bonitos. Veja abaixo:

arte1 arte2

O endereço do Edson fica na Rua Frei Veloso, 437, em frente a Pousada Papyrus. (arquivo GPS). Em seguida fomos conhecer o Chafariz de São José de Botas, considerado o mais belo das Minas Gerais, único com oratório e santo. Data de 1749 sendo a principal fonte de água da cidade durante muitos anos.

Chafariz de São José de Botas

O aqueduto que abastece o Chafariz pode ser acompanhado em trilha (20 minutos). Foi construído pelos escravos em 1749. O bosque que protege esta obra é conhecido como Mãe D´água.

aqueduto1 aqueduto2

Mae Dagua

O tamanho das pedras usadas como base, canaleta e cobertura são impressionantes pelo tamanho e peso estimados. O cuidado com o desnível para manter a água descendo por gravidade chama a atenção.
Daí seguimos para nossa romaria pelas igrejas. Abrimos com a Matriz de Santo Antônio. Com tantos atributos, fica difícil anotar todos. Oriunda de uma pequena capela (1702), foi concluída em 1710. A fachada atual é de autoria de Aleijadinho (1810). Em frente está o Relógio do Sol (1785), que se tornou um dos símbolos da cidade. No piso interno eram enterrados os mortos (ricos ou pobres). A falta de espaço levou ao uso da área externa. É a segunda igreja do Brasil em quantidade de ouro (482 kg). Em seu interior está um órgão de tubos, datado de 1788. Visita paga (R$ 10,00). Aberta diariamente.

Igreja Matriz

Vista da Matriz Vista da Matriz2

Próxima igreja foi a de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos. A irmandade do Rosário, que a construiu, congregava os negros nascidos na África.

NS Rosario dos Pretos1 NS Rosario dos Pretos2

Outra bela Igreja é a de São Francisco de Paula, construída em meados do século XVIII. Situada no alto de uma colina, é de lá que se tem a melhor vista panorâmica da área urbana da cidade.

São Francisco de Paula

Trocando de igrejas para a pinga, fomos conhecer o Alambique da Cachaça Jacuba, na zona rural de Coronel Xavier Chaves (arquivo GPS). Medalha de Bronze pela USP. Eleita a 4ª melhor de Minas pela UFMG e Vencedora do Prêmio Double Gold na San Francisco World Spirits de 2011. Fomos recebidos pelo proprietário que nos levou a conhecer todo o processo de produção até a degustação. Aberta todos os dias aos turistas entusiastas. rsrsrsss

jacuba1 jacuba2

jacuba3 jacuba4

Depois da degustação fizemos nossas compras e seguimos de volta para o camping Tiradentes, pois tínhamos um almoço bem caseiro, feito por D.Isabel, nos esperando.

almoço1 almoço2

O gato Fredy aproveitou para reconhecer as redondezas do acampamento e fez alguns exercícios bem felinos.

Fredy1 Fredy2

separador

O dia seguinte estava reservado para fazer a trilha até a Serra de São José e o sol veio, conforme combinado. Fomos ao encontro de nosso guia e de lá para o início da trilha, onde deixamos o carro. Na foto abaixo, nosso objetivo.

Destino Serra de São José

O guia Vinicius da Caminho da Trilha atuou como um guia de fato. Foi o tempo todo interativo. Durante o trajeto mostrou conhecimento de botânica, de história e da fauna local. Quando mal percebemos os 40 minutos de trilha, já haviam passado e já estávamos no planalto superior.

trilha01 trilha02

flora01 flora02

flora03 flora04

A formação das pedras é impar. Por serem muito porosas e macias, ficam sujeitas as erosões de ventos e chuvas, criando exemplares como os abaixo.

rochas1 rochas02

Fomos surpreendidos pelo encontro inusitado com uma equipe do IEF, patrulhando a serra. Digo inusitado por que não é um encontro comum. Somos trilheiros a décadas e estes encontros são raros. Bom sinal.

IEF Buque

Vista de Tiradentes

separador

Em nosso último dia em Tiradentes, fomos a pé, pela linha do trem (3kms), até a estação da Maria Fumaça. A composição faz o trecho entre Tiradentes e São João Del Rei.

andando na linha

Esse encanto pelo passeio já começa no embarque ou desembarque na pequena estação construída em 1881, para servir a Companhia de Ferro Oeste de Minas. Possui o mesmo estilo das estações mineiras edificadas no final do século XVIII e princípio do XIX. Em frente à estação, está a rotunda, “mecanismo pelo qual a locomotiva inverte sua posição na linha férrea e, com uma curta manobra, engata-se novamente aos vagões para regressar a São João Del Rei. Embora os maquinistas efetuem essa manobra de rotina logo após a chegada, muitos turistas deixam de apreciá-la por falta de informação” (Américo Pellegrini Filho). A “Maria Fumaça”, que corre em bitola de 760 mm, é uma máquina que foi fabricada na Filadélfia pela empresa Baldwin. O valor do passeio nos pareceu bem salgado (R$ 60,00 por pessoa).

Maria Fumaça estação

Conheça as dicas da amiga Adriana Magalhães, editora do blog Atravessar Fronteiras. Ela preparou um incrível Roteiro de 3 dias em Tiradentes: Apaixone-se!
Você não é adepto do campismo? Aprecia um bom hotel? Conheça então as dicas preciosas da Família Abud, do blog Roteirando, neste delicioso Roteiro de 4 dias em Tiradentes e São João del Rei.

Nos despedimos dos novos amigos (Sr. Luiz e D. Isabel, proprietários do Camping Tiradentes), apontando nossa proa para Capitólio, Serra da Canastra, na sequência de nossa viagem.

Despedida Portal Camping Tiradentes

Para ver as coordenadas geográficas dos pontos que visitamos em Tiradentes e arredores, baixe o arquivo.kmz, para abrir no Google Earth.

Para continuar a sequência desta viagem, volte ao menu anterior.Viagens Nacionais

Até breve.    Siga-nos nas redes sociais

         Siga-nos no Twitter Veja nosso canal no YouTube Curta nossa página no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Google+


RECOMENDAMOS PARA VOCÊ A LEITURA ABAIXO

Camping Tiradentes – Tiradentes - MG
São Lourenço - MG
Santa Rita de Jacutinga, a cidade das cachoeiras – MG

Aproveite que está aqui, cadastre abaixo seu e-mail em nosso Feed de notícias e receba gratuitamente, todas as atualizações deste blog.

 

Gostou de nosso equipamento? Aproveite e conheça mais sobre a Camper Duaron, clicando no banner a seguir. Venha para a estrada conosco.

duaron-logo-400[6]